15 março 2007





Chaminés e águas-furtadas de Lisboa.

2 comentários:

cristina disse...

"Lisboa, ai a chorar de amor poe ela..."
Bom fim de semana!

Bipede Implume disse...

Olá Cristina. Só hoje voltei ao blog e vi o teu comentário que agradeço.
Creio que partilhamos o mesmo afecto por esta cidade, embora, actualmente , ela precise de mais cuidados.
Volta sempre, um grande abraço.